CONVENCENDO O EMPREGADOR E INVESTIR

CONVENCENDO O EMPREGADOR E INVESTIR

– Convencimento para investimento: É importante também saber vender a ideia da segurança do trabalho. De nada adianta bolar a melhor estratégia de gestão de SST do mundo se não soubermos passar os benefícios que ela trará para a empresa. E quando falo de benefícios, falo de economia financeira mesmo, pois normalmente é somente isso que o empregador deseja e valoriza, afinal, o objetivo da empresa é gerar lucro, não é mesmo?

Se você falar para o empregador que tal proteção coletiva evita acidente isso é até interessante, para mim e para você, mas, para o empregador o que importa mesmo é o que a tal proteção irá ajudar a empresa a economizar.

E como ela pode economizar com uma proteção coletiva? Ora, se menos empregados se afastarem das suas suas atividades a empresa irá gastar menos com mão de obra substituta e isso já é uma das várias formas de economia. Mão de obra temporária, gastos com medicamento, impacto noFator Acidentário Previdenciàrio – FAP, tudo isso é apenas uma pequena amostra do que a empresa pode economizar ou gastar com acidente de trabalho. É claro que para ser apresentado como argumento, tudo isso precisa ter números, parâmetros, veremos melhor no exemplo a seguir.

Vamos pensar em uma empresa tem um compressor nas proximidades e que está gerando um nível desconfortável ao trabalhador, claro já que o ruído acima do limite de tolerância NR 15 e que por isso pode provocar perda auditiva nos empregados. Por conta do tal ruído a empresa paga 158,00 reais por insalubridade de grau médio. Sabemos que daria mais do isso contando com o FGTS, mas, vamos adotar somente isso mesmo, afinal é só um exemplo. A insalubridade em questão seria referente à exposição ao ruído para 5 empregados, ou seja, no total por mês seria 790,00 reais.

Note que poderíamos ter várias abordagens ao empregador na tentativa de resolver o problema. Duas delas poderiam ser:

1° Abordagem – Precisamos dar um jeito no compressor que está no setor de produção II, lá está gerando muito ruído e isso está prejudicando a audição do nosso trabalhador. Da forma como está hoje os trabalhadores poderão perder audição e a empresa pode ser responsabilizada. É bem provável que nesse diálogo o empregador perguntasse, 'quantos trabalhadores já perderam a audição por conta do nosso compressor?” e se não tivermos exames que comprovem a perda, ou mesmo evidências fortes, ia por água abaixo nosso argumento…

2° Abordagem – Precisamos dar um jeito no compressor que está no setor produção II, lá está gerando muito ruído e isso está prejudicando a audição do nosso trabalhador.

Hoje pagamos 150,00 de insalubridade para cada um dos nossos 5 trabalhadores expostos ao tal ruído. Fiz o levantamento e percebi que se tirássemos o compressor colocando-o do lado de fora do setor de produção gastaríamos 1000,00 com uma mangueira maior propiciando trazer o ar para dentro da fábrica reais, e mais 1500 para fazer uma cobertura para proteger o compressor para que não fique à céu aberto.

Conversei com o Engenheiro Mecânico e através de relatório ele assegurou que a pressão de ar que irá entrar mesmo com o compressor distante supre com sobras o que precisamos na fábrica para a produção II. Com isso em um ano economizaríamos 9, 480 reais que pagaríamos de insalubridade. Ou seja, iríamos gastar em uma única vez 2.500,00 reais, mas, em apenas um ano economizaríamos 9.480,00 reais.


E AGORA?

Agora te pergunto qual das duas abordagens foi a melhor? Qual delas acha que o empregador aceitaria? Com certeza a segunda, não é!

A abordagem faz toda diferença! Quando for vender a ideia da eliminação do pagamento de insalubridade traga sempre resultados que comprovem o quanto a empresa irá ganhar investindo em prevenção.

CONCLUSÃO

Para caracterizar a insalubridade basta que o trabalhador esteja exposto a agente ambiental (nocivo à saúde) e que tal exposição esteja acima do limite de tolerância descrito na NR 15. A melhor forma de descobrir o nível da exposição é tendo na empresa o Laudo de Insalubridade que tanto Engenheiro de Segurança do Trabalho, como Médico do Trabalho pode elaborar.

Nestor Waldhelm Neto

Fonte: http://segurancadotrabalhonwn.com/como-caracteriza





Voltar

Gostaria de mais alguma informação? Entre em contato conosco!

Tire suas dúvidas, temos um canal de atendimento exclusivo das 08:00 às 18:00 hs.


Entre em contato conosco agora mesmo!

Depoimentos

  • Por um dever de Justiça, nos sentimos na obrigação dar o nosso testemunho sobre a excelência dos serviços prestados pela Clínica ATM, sempre bem representada por uma equipe qualificada, competente e honesta.

    Marcos Felipe Moureira
  • Confessamos que ainda tínhamos certo receio, pois era um serviço que iríamos fazer pela primeira vez e não tínhamos outras referências, salvo aquelas postadas no site da empresa (como essa que agora estamos postando). Mas, resolvemos seguir a nossa intuição e apostar na excelência da Clínica ATM.

    Marcos José

Parceiros